Reitor Marcus David comemora parceria em noite de encerramento da SBPC na UFJF

A 73ª Reunião Anual da SBPC, que começou no dia 18 e se encerra hoje (24), foi marcada pela participação expressiva de internautas, de todas as regiões do Brasil, inclusive de outros países. O evento contou com 148 atividades ao longo da semana: 34 minicursos online, 54 mesas-redondas, 32 conferências, 20 painéis, quatro sessões especiais, três sessões de bate-papo e uma assembleia.

SBPC Cultural encerra programação com apresentação de projeto de divulgação da ópera

Orquestra Sinfônica Pró-Música e Coral Pró-Música encerram a programação virtual desta edição da SBPC Cultural no sábado, 24, com uma apresentação do Operando, projeto que, desde 2017, tem se dedicado a divulgar a tradição da ópera com montagens que, em três edições presenciais, já lotaram a plateia do Cine-Theatro Central.

Por que o pensamento de Espinosa é tão atual?

Uma das respostas que explicam a contemporaneidade da teoria do filósofo Baruch Espinosa do século XVII é a semelhança do momento atual com o contexto vivido por ele durante a revolução científica, marcado pelos embates com a tradição religiosa. Essa é a visão do professor titular de Filosofia da UERJ Marcos Gleizer, que ministrou a conferência “Espinosa e a função da afetividade nos processos de formação das crenças”, na sexta-feira (23).

Despejo e violência contra indígenas e quilombolas durante a pandemia

Coordenada pela professor Alfredo Wagner Berno de Almeida (UFAM), a mesa-redonda “Despejo e violência contra indígenas e quilombolas durante a pandemia” foi transmitida ao vivo na manhã desta sexta-feira, como parte do último dia de programação da 73ª Reunião Anual da SBPC. Participaram do debate os pesquisadores Carmen Lúcia Silva Lima (UFPI), Davi Pereira Júnior (Universidade do Texas) e Felipe Pereira Jucá (UFAM).

Trajetória negligente e o futuro incerto da pandemia

Avisos não faltaram: foi isso que demonstraram os convidados para a mesa-redonda “A situação da pandemia no Brasil”, sediada nesta sexta-feira, 23, na 73ª Reunião Anual da SBPC. Um grupo representativo desses pesquisadores, incluindo um ex-ministro da Saúde, apresentou a atual situação da pandemia no país e discutiu as ameaças que se avizinham nas próximas semanas.

“É preciso discutir a soberania mineral”

A mineração no Brasil e a leitura dos seus impactos pelas Ciências Humanas conduziram mais um dia de atividades da 73ª Reunião Anual da SBPC, sediada pela UFJF. O tema entrou em voga principalmente a partir do boom das commodities minerais nos anos 2000, e ganhou repercussão com os desastres ambientais ocorridos em Mariana, em 2015, e Brumadinho, em 2019. O painel on-line realizado nesta sexta-feira, 23, representa um importante destaque ao assunto.

Conferência expõe argumentos em defesa das ações afirmativas na pós-graduação

O pesquisador Paulo Vinícius Baptista da Silva (UFPR), ministrou uma conferência integrada à programação da 73ª edição da Reunião Anual da SBPC nesta sexta-feira, 23. Com coordenação do professor da Faculdade de Educação e diretor de Ações Afirmativas da UFJF, Julvan Moreira de Oliveira, o evento virtual discutiu a importância da defesa das ações afirmativas nos cursos de pós-graduação.

Empreendedorismo nas universidades no centro do debate

O último dia das apresentações de painéis da 73ª Reunião Anual da SBPC abordou  os desafios e tendências para que as universidades sejam vetores de empreendedorismo. O evento abriu espaço para que os pesquisadores colocassem em voga questões como, por exemplo, a necessidade da pesquisa servir ao setor produtivo e o incentivo do empreendedorismo nas instituições de ensino para alunos e professores.

Infectologista aborda o conhecimento adquirido sobre a Covid-19

O médico infectologista e coordenador do Centro de Pesquisas Clínicas do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), Esper Kallás, foi convidado para discorrer na conferência on-line “O que já sabemos sobre a covid-19?”, realizada nesta quinta-feira, 22. A mediação foi feita pela professora Lucile Maria Floeter-Winter, representante da diretoria da SBPC.

“SUS é uma das principais conquistas desde a redemocratização”

As pesquisas em sistemas de saúde iniciaram-se junto com a efetivação do direito à saúde, agenda atualizada mais recentemente com a definição da cobertura universal da saúde como uma das diretrizes dos objetivos para o desenvolvimento sustentável definidos pela Organização das Nações Unidas. Essas pesquisas foram o centro da conferência: “Sistema único de saúde do Brasil: os primeiros 30 anos e perspectivas para o futuro”.